Início Arquitetura Forro de madeira: conheça as principais vantagens deste teto

Forro de madeira: conheça as principais vantagens deste teto

COMPARTILHAR

Conheça as principais vantagens, desvantagens e características do forro de madeira

Ele já foi sucesso no passado e agora está voltando com tudo para dentro das casas. Estamos falando do forro de madeira. Bonito, de alto valor estético, durável e muito versátil, o forro de madeira pode ser utilizado em casas de estilos variados: modernas, clássicas, minimalistas e rústicas. O material também é imbatível quando a intenção é promover sensações de acolhimento e aconchego.

O forro de madeira acompanha muito bem a decoração de quartos, salas, corredores e halls de entrada. E, com os devidos cuidados, também pode ser utilizado em áreas mais úmidas como cozinhas e banheiros. Áreas externas, que sofrem com as mudanças de temperatura e a presença de sol e chuva, também podem se beneficiar da beleza do forro de madeira, basta preparar o material com produtos específicos.

Instalado em lâminas, mais conhecidas como lambris, o forro de madeira apresenta uma grande variedade de tons, dependendo da madeira escolhida. Aí é só planejar o ambiente para que ele fique do jeito que você sonha.

Neste post você vai ficar por dentro de todas as vantagens e desvantagens de um forro de madeira, as principais características desse material, os cuidados necessários para conservação e os tipos de forro de madeira mais utilizados. Vamos começar?

Tipos de forro de madeira

Os forros de madeira mais comuns encontrados no mercado brasileiro são do tipo Pinus, Cedrinho, Perobinha, Cumaru, Jatobá e Ipê. Essas madeiras são as mais indicadas pela sua densidade e fácil secagem, já que não retêm muita umidade.

No quesito cupins, a Imbuia, Jacarandá, Ipê e Peroba-Rosa são as mais resistentes. A disponibilidade dos tipos de madeira pode variar de região para região. Por conta disso, procure saber com antecedência se onde você mora é possível encontrar o material que deseja.

A cor do forro também muda dependendo do tipo de madeira utilizada. O tipo Cedrinho tem aparência mais avermelhada, enquanto o tipo Perobinha tem coloração amarelo acastanhado. O tom marrom é obtido com a Jatobá. A Pinus possui a coloração mais clara de todas e é feita com madeira de reflorestamento.

Leve essas informações em consideração na hora de escolher a madeira ideal para o forro da sua casa. Elas irão determinar a estética e a resistência do forro.

Veja Também: Como limpar forro de PVC: materiais necessários, dicas e cuidados

Vantagens do forro de madeira

1. Isolamento térmico

Para uma casa aconchegante e acolhedora, aposte no forro de madeira. O material é um ótimo isolante térmico, mantendo a temperatura da casa sempre ideal. Fresca no verão e aquecida no inverno.

2. Diversidade de acabamentos

O forro de madeira permite inúmeras opções de acabamento. A começar pela escolha da madeira que, como foi dito acima, define o tom do forro. Mas caso prefira, você ainda tem a possibilidade de pintar o forro da cor que desejar. Branco ou colorido. Fica a seu critério.

Para deixar o forro na cor da madeira, passe verniz. Já para colori-lo, pinte com tinta látex, após lixar toda madeira.

Uma dica importante: a cor branca é neutra e se encaixa bem em qualquer ambiente, já as outras cores podem deixar o forro contrastante demais. Por isso, fique atento com a escolha da cor para não pesar no visual e não tropeçar no restante da decoração.

Veja Também: Pisos Cerâmicos: Escolha o Índice PEI

3. Durabilidade

A madeira é um material muito resistente e durável. Portanto, muito indicada para compor a estrutura do teto.

Porém, para obter o máximo da durabilidade da madeira é preciso tomar alguns cuidados especiais que citaremos logo abaixo.

4. Estética

Uma das principais vantagens do forro de madeira é o seu efeito estético. O material conversa muito bem com variados estilos de decoração e sempre proporciona aquele toque a mais.

Em combinação com paredes de tijolinhos ou pedras, o forro ajuda a criar um ambiente mais rústico. Com cores neutras e sóbrias, a madeira confere sofisticação ao local.

Tudo irá depender do uso dos demais elementos da decoração. Mas, de modo geral, o forro de madeira tende a acentuar, realçar ou contrastar com o restante da decoração.

Uma coisa é certa: ele não passará despercebido.

Veja Também: Jardins mais brasileiros

Desvantagens do forro de madeira

1. Custo

Quando comparado aos demais tipos de forro – como PVC ou Gesso – o forro de madeira sai em desvantagem. O material costuma ser mais caro e, dependendo da madeira escolhida o preço varia bastante também.

O forro de Pinus é o que apresenta o melhor custo-benefício. Por isso, se o seu desejo é instalar um forro de madeira, adapte seu projeto para que ele caiba no seu bolso.

2. Manutenção regular

Outra desvantagem que precisa ser levada em conta é a manutenção periódica que esse tipo de material necessita. Essa manutenção inclui a pintura com verniz e a aplicação de produtos para afastar insetos, como os cupins. Sem o tratamento adequado, a madeira também pode acumular fungos e bactérias e acabar apodrecendo.

Porém, apesar de parecer algo custoso e trabalhoso, a verdade é que essa manutenção acaba sendo uma vantagem. Um forro que passa por manutenções frequentes está menos sujeito a infestações por pragas ou desgastes naturais.

Dessa forma, você terá um forro bonito por muito mais tempo, já que a madeira é um material de alta durabilidade e resistência.

Veja Também: Cozinha pequena: 8 projetos de decoração para se inspirar

3. Umidade

A umidade é uma das principais inimigas da madeira. O material absorve facilmente a umidade dos ambientes e essa característica pode lhe render consequências desagradáveis, como o estufamento dos lambris e o surgimento de mofo. Além de provocar o apodrecimento da madeira.

E se a umidade não vier do ambiente, ela pode vir do telhado. Mas para evitar possíveis vazamentos e infiltrações vindas de cima, a dica é revestir o forro na parte interna com uma manta. Dessa forma, a água não entra em contato com a madeira.

Para as áreas externas, que tendem a sofrer mais com a umidade, já é possível encontrar no mercado madeiras preparadas para esse tipo de ambiente. Mas, prepare o bolso, porque esse tipo de madeira possui um valor ainda maior do que o forro tradicional.

4. Pragas

Os cupins também entram na lista de desvantagens do forro de madeira. Esses pequenos insetos podem causar a maior dor de cabeça e colocar em risco todo o forro.

Mas, assim como é possível contornar os demais problemas, esse também é facilmente controlado com o uso regular de produtos específicos que protegem a madeira do ataque de pragas. Há ainda a opção de forros de madeiras mais resistentes aos cupins, como a Imbuia, por exemplo.

Uma aplicação a cada cinco anos já é suficiente para manter os insetos longe.

Veja Também: Aprenda a fazer um fogão a lenha sem fumaça

Instalação do forro de madeira

O forro de madeira oferece algumas possibilidades estéticas na hora da instalação que ajudam muito a compor o efeito visual do ambiente. Ele pode ser instalado na horizontal, na vertical e até na diagonal, criando composições e linhas diferenciadas no teto.

A instalação, via de regra, é simples, mas é importante que seja feita por um profissional para assegurar encaixes e junções perfeitas entre as peças. Geralmente, as ripas são encaixadas entre si no sistema macho e fêmea e, ainda, presas com um clipe individualmente.

Verifique se o modelo de forro escolhido é fixo ou removível. Existem os dois tipos disponíveis no mercado, mas os removíveis são mais indicados, caso venha a surgir a necessidade de ajustes ou trocas de peças no futuro.

Após a instalação devem ser aplicados verniz (ou tinta) e um protetor contra cupins.

Veja Também: Como plantar Mamão Anão em vaso


via: https://www.decorfacil.com/forro-de-madeira/

1 COMENTÁRIO

O que achou? Comente!