Início Móveis Móveis planejados: 23 projetos com boas ideias e inspirações

Móveis planejados: 23 projetos com boas ideias e inspirações

COMPARTILHAR
Idealizados para contextos e necessidades específicas, os móveis planejados ganham na estética e elevam a marcenaria a um patamar além da função (Foto: Juliano Colodeti / MCA Estúdio / Divulgação; Emerson Rodrigues / Divulgação; Rafael Renzo / Divulgação; Manu Oristanio / Divulgação | Montagem: Casa e Jardim)

Aliar beleza e praticidade costuma ser o principal objetivo de quem opta por planejar os móveis da casa. Idealizados para contextos e necessidades específicas, eles elevam a marcenaria a um patamar além da função, sendo parte fundamental da decoração. Se você ainda está em dúvida, confira abaixo 23 projetos que comprovam o poder dos móveis planejados!

LEIA MAIS: 12 Plantas para cultivar em ambientes internos

1. Ponto focal

Planejados (Foto: Juliano Colodeti / MCA Estúdio / Divulgação)
Estante com painel central de freijó, rack inferior no mesmo material e módulos superiores de laca cinza, executados pela Bela Arte,. Sofá da Lider Interiores, mesa de centroda Way Design e tapete da MCGaleria Hathi. Nas paredes, a cor Lua Nova da Suvinil. Projeto da arquiteta Jacira Pinheiro (Foto: Juliano Colodeti / MCA Estúdio / Divulgação)

A estante está em evidência na área social desta cobertura dúplex no Rio de Janeiro. Desenhado pela arquiteta Jacira Pinheiro, o móvel tem painel central de freijó ao fundo para receber a TV. Um rack inferior no mesmo material, com a frente ripada vazada, acomoda os equipamentos de áudio e vídeo, sem fios aparentes. Já os módulos superiores de laca cinza cumprem, além da armazenagem, função estética propositalmente assimétrica para dar um toque de contemporaneidade à composição.

2. Canto de leitura

Planejados (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)
Estante na parede onde fica a porta de entrada, cobrindo toda a sua extensão com painel de peroba mica, executado pela Gênova Marcenaria. Projeto da arquiteta Bianca da Hora (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)


Para atender ao desejo da moradora desta casa no Itanhangá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, que queria encaixar no living a escultural poltrona Donna, de Gaetano Pesce, a arquiteta Bianca da Hora tirou partido da planta retangular e criou uma estante na parede onde fica a porta de entrada, cobrindo toda a sua extensão com o painel de peroba mica. “A composição da poltrona com pufe e luminária de piso dá a ideia de um canto de leitura”, conta. O painel ganhou prateleiras de espessura finíssima, feitas de metal com 0,5 cm de espessura e revestidas de madeira, que acolhem livros, objetos de viagens, fotografias e obras de arte. 

3. Sair do óbvio

Planejados (Foto: Fran Parente / Divulgação)
Estante de laca fosca na cor verde executada pela AMF Engenharia. Poltrona Minotti sobre tapete de fibra natural da Bellouchi. Projeto do arquiteto David Bastos (Foto: Fran Parente / Divulgação)


A TV é o ponto de partida para o uso do espaço deste apê em Salvador, na Bahia, já que, integrado à área social, permite ao morador ficar com a família no fim da jornada de trabalho, assistindo a filmes e relaxando. O arquiteto David Bastos, do escritório DB Arquitetos, explica que, como a área social tem revestimento sóbrio de nogueira americana nas paredes, a estante de laca fosca na cor verde tira a monotonia. “Ela se integra a outros elementos na decoração, sai do óbvio e torna o ambiente alegre”, conclui. 

4. Neutro e despojado

Planejados (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)
Painel de freijó natural camufla porta de acesso ao lavabo com execução da Nildo Marcenaria. Fixado nele, um rack ripado. Arandela Jabuticaba, da designer Ana Neute. Porcelanato que lembra cimento queimado, da Artec Revestimento. Projeto do escritório Beta Arquitetura (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)


Neste projeto, os arquitetos Bernardo Gaudie-Ley e Tânia Braida, sócios no escritório Beta Arquitetura, traduziram o despojamento do Rio de Janeiro, onde fica o apartamento, em cores claras. O painel de freijó natural, que reveste a parede principal do setor social, camufla a porta de acesso ao lavabo. Fixado nele, um rack com a frente ripada vazada, na mesma madeira, acomoda os equipamentos de TV e som, sem fios à mostra.

LEIA MAIS: 10 dicas para projetar edifícios mais saudáveis

5. Alma da casa

Planejados (Foto: Juliano Colodeti / MCA Estúdio / Divulgação)
Estante de laca branca com módulos quadrados simétricos é revestido internamente com carvalho natural e foi executada pela Lucianos Marcenaria. Garden seats de palha de bananeira da Santa Cruz Home Bazaar. Projeto do escritório Brise Arquitetura (Foto: Juliano Colodeti / MCA Estúdio / Divulgação)


Na reforma deste apê no Rio de Janeiro, os proprietários não queriam quebra-quebra, por isso as arquitetas Bitty Talbot e Cecília Teixeira, do escritório Brise Arquitetura, investiram em marcenaria, novos tecidos, pintura e tapetes. Para a sala, a dupla desenhou uma estante que reflete a alma da casa com objetos trazidos de viagem, livros e peças afetivas. O móvel de laca branca, em módulos quadrados simétricos, é revestido internamente com carvalho natural, que dá bossa à composição. No vão livre do centro da estante, fica uma escrivaninha de madeira de demolição antiga, herança de família, além do quadro assinado pela moradora. 

6. Mostra-esconde

Planejados (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)
Bar em peroba mica com portas ripadas retráteis, executado pela Bela Arte Marcenaria. Projeto da arquiteta Bianca da Hora (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)


No primeiro apê de um jovem casal, a sala de estar tem destaque com este bar desenhado pela arquiteta Bianca da Hora, responsável pela reforma e décor do imóvel localizado no alto do Humaitá, no Rio de Janeiro. Em peroba mica, o bar tem portas ripadas retráteis que, quando fechadas, fica integrado ao rack e camuflado na marcenaria. Com as portas abertas, fica à mostra o generoso espaço com bancada, cristaleira aérea, nicho para adega, gavetas e armário. Mantendo a linguagem do projeto, todo o piso da área social original, em tábuas ipê champanhe, foi recuperado.

7. Mix de épocas

Planejados (Foto: Ro Oliveira Fialdini /Divulgação)
Estante de freijó foi feita sob medida no ateliê do designer Paulo Alves. Pufes da ,Ovo, de Luciana Martins e Gerson de Oliveira. Tapete da By Kamy. Projeto do arquiteto David Bastos (Foto: Ro Oliveira Fialdini /Divulgação)


O arquiteto David Bastos, do escritório DB Arquitetos, ganhou carta branca para reformar este apartamento nos Jardins, em São Paulo, desde que usasse ao máximo os móveis que os moradores colecionavam – eles têm paixão por mobiliário antigo e objetos de decoração de artistas brasileiros. Na sala integrada com home office, a estante de freijó foi feita sob medida no ateliê do designer Paulo Alves. “É o ponto alto do ambiente”, defende Bastos. Do acervo dos moradores, veio a escrivaninha assinada por Sergio Rodrigues.

8. Disfarce sob medida

Planejados (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)
Estante metálica com nichos e prateleiras de madeira freijó executada pela Pluri Serralheria. Poltrona Macal, da Novo Ambiente, mesa de centro Teca e mesa de apoio Jardim, ambas assinadas por Jader Almeida, na Arquivo Contemporâneo. Projeto do escritório Bezamat Arquitetura (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)


Um problema se transformou na solução nas mãos das arquitetas Cristina e Laura Bezamat, do escritório Bezamat Arquitetura. Dois pilares, justamente na parede de destaque quando se entra no apê localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro, foram camuflados com uma estante metálica desenhada pelas profissionais, com nichos e prateleiras de madeira freijó. Vazado, o móvel deixa à mostra a parede pintada na cor cinza grafite.

9. Bloco útil

Planejados (Foto: Emerson Rodrigues / Divulgação)
O bloco de madeira rovere canova, de MDF da Arauco, desenhado pelo escritório Andrade & Mello Arquitetura com execução da RB Decorações, tem armário com portas de vidro.  (Foto: Emerson Rodrigues / Divulgação)


O apartamento de 34 m², no bairro Chácara Klabin, em São Paulo, tinha um budget enxuto. A marcenaria sob medida foi o caminho do escritório Andrade & Mello Arquitetura, dos arquitetos Renato Andrade e Erika Mello, viabilizar o projeto, cujo morador é um jovem de 28 anos. “Optamos por concentrar os armários em um único lado do apê, o que dá a sensação de amplitude”, explica Erika. O bloco de madeira desenhado pelo escritório tem armário com portas de vidro. Um nicho para a geladeira libera espaço na varanda integrada, visto que o local concentra a cozinha.

LEIA MAIS: Apartamento pequeno tem boas soluções em marcenaria e tons de azul

10. Memória afetiva

Planejados (Foto: Divulgação)
O mobiliário da Fabrilis destaca as portas dos armários baixos com almofadado laqueado. Nas paredes, o efeito de cimento queimado, da Coral, dá um tom industrial. As cadeiras da Lui Home servem a bancada embutida na própria ilha de granito branco polar. Projeto do designer de interiores Henrique Freneda (Foto: Divulgação)


Localizado na Granja Viana, em São Paulo, o imóvel foi o primeiro da moradora quando se casou nos anos 1980 e agora passou por uma reforma planejada pelo designer de interiores Henrique Freneda. A cozinha foi totalmente repaginada e ficou mais aberta e leve. “Buscamos manter a atmosfera colonial trazendo toques mais descolados”, explica. Assim, o mobiliário destaca as portas dos armários baixos com almofadado laqueado. Nas paredes, o efeito de cimento queimado, dá um tom industrial, assim como as prateleiras suspensas de ferro e madeira e os azulejos brancos de metrô.

11. Caixa central

Planejados (Foto: Salvador Cordaro / Divulgação)
Caixa central aberta para a área social estimula a convivência. A cozinha planejada foi executada pela Florense. O carvalho europeu da Parket aplicado nas paredes está em todo o contexto do ambiente. Banquetas Joy, de Jader Almeida, na Dpot. Pendentes Interpam. Projeto da arquiteta Patricia Martinez (Foto: Salvador Cordaro / Divulgação)


A cozinha planejada pela arquiteta Patricia Martinez é o ambiente afetivo do apartamento em São Paulo para um homem casado com dois filhos – sua família mora em Brasília, mas ele passa maior parte da semana na capital paulista trabalhando. Assim, uma caixa central aberta para a área social estimula a convivência quando se encontram. Como a cozinha é integrada, a sensação é de continuidade. “A escolha do cinza chumbo na cozinha trouxe contraste e volume”, explica Patricia.

12. Mistura boa

Planejados (Foto: Rafael Renzo / Divulgação)
Móveis planejados da Dell Anno Atelier de laca azul claro com grandes gavetões na parte inferior, mesa rústica e fogão laranja da Bertazzoni. Projeto da arquiteta Claudia Alionis (Foto: Rafael Renzo / Divulgação)


Na cozinha desta casa em Santo Amaro, na capital paulista, o projeto de reforma da arquiteta Claudia Alionis para atender as demandas de mãe e filha adolescente propõe móveis planejados de laca azul claro, com grandes gavetões na parte inferior, para deixar tudo bem organizado. Além de mesa de madeira rústica e fogão laranja. “Esses tons conversam muito bem”, decreta. As prateleiras de metal e vidro fazem as vezes de armários superiores e exibem os temperos que a moradora traz de suas viagens pelo mundo.

13. Rústico e descontraído

Especial planejados (Foto: Lufe Gomes / Divulgação)
Marcenaria de linhas retas é combinada a estante metálica, bancada de cimento queimado e armários em cinza grafite. Os tijolos da Lepri revestem as paredes e contribuem para o ar descontraído. Porcelanato da Roca. Banquetas altas da Lider Interiores. Projeto da SCA Jardim Europa (Foto: Lufe Gomes / Divulgação)


A marcenaria de linhas retas norteou a reforma da cozinha deste apê em Moema, São Paulo, pertencente a uma família que adora cozinhar. “Baseamo-nos no estilo industrial com aconchego”, define a arquiteta Pati Cillo, ao lado de Luciana Degani no projeto. A estante metálica foi escolhida para aquecer, já que a bancada é de cimento queimado e os armários cinza grafite. 

14. À vista

Planejados (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)
Cozinha aberta executada pela Dell Anno CasaShopping, com direito a vidro e a mármore da Ardomarmo. Banquetas da Tok&Stok. Projeto da Beta Arquitetura (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio / Divulgação)


Na reforma da cobertura dúplex na Barra de Tijuca, no Rio de Janeiro, houve demolição do primeiro andar para integrar sala de estar e a antiga cozinha, que deu lugar à versão gourmet, ideal para o jovem casal com um filho receber amigos. A dupla Bernardo Gaudie-Ley e Tânia Braida, da Beta Arquitetura, à frente da repaginação, pensou em uma cozinha aberta, com direito a vidro e mármore. Apenas uma ilha com mesa de jantar em sua extensão divide o espaço da sala de estar com mood industrial. 

LEIA MAIS: Como limpar cozinha: receitas caseiras para facilitar a faxina

15. Mix de linguagens

Planejados (Foto: Evelyn Muller / Divulgação)
Piso geométrico Baeppi, da Allgram, contrasta com armários clássicos da Ornare. Lustres da Restoration Store. Metais da Deca. Projeto da designer de interiores Marina Linhares (Foto: Evelyn Muller / Divulgação)


Nesta cozinha de um apartamento com mais 700 m² no Morumbi, em São Paulo, a mistura de linguagens dá a personalidade tão desejada pelo morador. O piso geométrico faz bom contraste com os armários clássicos. Segundo a designer de interiores Marina Linhares, que comandou a reforma, houve preocupação com o aproveitamento do espaço e com a funcionalidade, a exemplo da triangulação do mobiliário e do uso de duas pias – uma próxima à copa, para apoio, e outra de serviço, ao lado do fogão –, além de uma ilha central.

16. Clean e elegante

Planejados (Foto: Fernando Willadino / Divulgação)
Painéis de walnut emolduram a parede principal do imóvel que tem os ambientes sociais integrados. Marcenaria executada pela Ornare. Banquetas Joy e carrinho Teca, ambos de Jader Almeida, na Icon. Projeto da arquiteta Mariú Saboia (Foto: Fernando Willadino / Divulgação)


O apartamento na praia Brava, em Itajaí, Santa Catarina, usado nos finais de semana pela família que gosta de praticidade, passou por uma reforma comandada pela arquiteta Mariú Saboia. Painéis de walnut emolduram a parede principal do imóvel, que tem os ambientes sociais integrados. A torre com acabamento e eletrodomésticos brancos aproxima de forma sutil a cozinha à área social. Os acabamentos branco e noce da marcenaria dão o tom elegante, assim como as peças de design assinado: banquetas Joy e carrinho Teca, ambos de Jader Almeida.

17. Cor em destaque

Planejados (Foto: Fernando Willadino / Divulgação)
Executado pela Todeschini, o bloco de laca azul, da linha Life Colors, abriga os eletrodomésticos. Projeto do Estúdio Uvva (Foto: Fernando Willadino / Divulgação)

Uma repaginação pensada pelo Estúdio Uvva, das arquitetas Barbara Rossi, Gabriela Hipólito e Juliana Flauzino rejuvenesceu o apê em Moema, São Paulo. “Nós adoramos trabalhar com cores. O morador queria principalmente o azul da cozinha, além do preto predominante”, explica Barbara. O bloco de laca azul abriga os eletrodomésticos. Ao lado do forno, uma porta pequena acomoda vassoura, escada e produtos de limpeza. Como os ambientes são integrados, o lixo também ficou embutido.

18. Vibe boa

Planejados (Foto: Rafael Renzo / Divulgação)
Cozinha tem armários da Dell Anno Atelier com vidro martelado, que traz um ar retrô ao projeto da arquiteta Claudia Alionis. O revestimento branco da Colormix dá o contraponto neutro ao ambiente (Foto: Rafael Renzo / Divulgação)


A casa de praia no Guarujá, litoral paulista, pedia um clima alegre e colorido. A arquiteta Claudia Alionis, responsável pela reforma, usou elementos de fácil manutenção para a família com crianças e que adora cozinhar. A cozinha tem armários com vidro martelado, que traz um ar retrô. “Eu adoro trabalhar com cores, acho que deixam o espaço com mais personalidade. Tínhamos as cadeiras da mesa, que acompanhavam a paleta de cores, por isso optei em fazer uma mistura entre o verde e o azul”, conta. 

19. Dupla espelhada

Planejados (Foto: Manu Oristanio / Divulgação)
Gabinetes iguais, de MDF Dry com lâmina natural ebanizada, execução da Interbagno, ficam frente a frente com espelhos retroiluminados e abrigam bancadas de Corian. Projeto do escritório Ximenes Leite Arquitetura (Foto: Manu Oristanio / Divulgação)


Na reforma deste banheiro pertencente a uma casa, na Granja Viana, em São Paulo, o escritório Ximenes Leite Arquitetura, dos arquitetos André Leite e Bruna Ximenes, atendeu o desejo do casal, que fazia questão de ter duas pias. Os gabinetes iguais, de MDF Dry com lâmina natural ebanizada, ficam frente a frente com espelhos retroiluminados. Eles ainda pediram uma área reservada para o vaso – cuja peça tem caixa acoplada inteligente e é suspensa, da mesma marca dos gabinetes, fornecedora dos metais e do chuveiro.

LEIA MAIS: Conheça piscina de vidro e inspire-se com exemplos

20. Mood industrial

Planejados (Foto: Evelyn Muller / Divulgação)
Gabinete da Todeschini em MDF no acabamento ouro preto com bancada de granito verde candeias flameado e escovado, da Marmoraria Garbarino. Como apoio, a estante de ferro com nichos de madeira freijó foi executada pela Serralheria Hipólito Design. Projeto do Estúdio Uvva (Foto: Evelyn Muller / Divulgação)


O projeto sob medida para o banheiro de um homem solteiro, conduzido pelo escritório Estúdio Uvva, em São Paulo, traz gabinete de MDF no acabamento ouro preto, que recebeu bancada de granito. Como apoio, está a estante de ferro com nichos de madeira freijó. “A união da pedra escovada e da estante de ferro reforça o estilo industrial, ao mesmo tempo que deixa o ambiente acolhedor”, diz a arquiteta Barbara Rossi.

21. Texturas em harmonia

Planejados (Foto: Gisele Rampazzo / Divulgação)
A arquiteta Duda Senna elegeu para o quarto materiais como palha sintética trançada, laca branca e folha de madeira freijó, execução da Marcenaria Ramos Araujo,. Pendente Reka. Roupa da Nara Maitre (Foto: Gisele Rampazzo / Divulgação)


Uma reforma completa no quarto levando em consideração o fato de que, além de um lugar para descansar e repor as energias, a moradora deveria trabalhar no local. Com essa ideia, a arquiteta Duda Senna propôs um layout para o cômodo localizado em Santo Amaro, São Paulo, valorizando a circulação e a área de descanso com materiais como palha sintética trançada, laca branca e folha de madeira freijó. “As texturas passam a sensação de unidade apesar dos diferentes usos”, diz. 

22. Disfarce perfeito

Planejados (Foto: Manuela Oristanio / Divulgação)
Portas de correr, com acabamento de folha natural de freijó, fecham e funcionam como um painel no living quando o home office não está em uso. Os móveis são de MDF BP branco diamante, tudo com execução da marcenaria Cezar e Scappa. Projeto da arquiteta Duda Senna (Foto: Manuela Oristanio / Divulgação)


Neste apê no Campo Belo, em São Paulo, a reforma conduzida pela arquiteta Duda Senna derrubou a maioria das paredes para obter um living amplo e iluminado. Como os proprietários desejavam um espaço para trabalhar e estudar, mas que pudesse ser “camuflado”, Duda desenvolveu três portas de correr, com acabamento de folha natural de freijó, que fecham e funcionam como um painel no living quando o home office não está em uso.

23. Ordem na bancada

Planejados (Foto: Juliano Colodet i/ MCA Estúdio/ Divulgação)
Executada pela Lacca Móveis, a marcenaria planejada inclui bancada de trabalho em L com gavetas discretas e, sob elas, armários suspensos. Cadeira de trabalho da Herman Miller para a Novo Ambiente. Tapete da Santa Mônica. Projeto da arquiteta Claudia Pimenta e da designer de interiores Patricia Franco (Foto: Juliano Colodet i/ MCA Estúdio/ Divulgação)


O home office pertencente a um casal, no Rio de Janeiro, já era usado pelo morador como apoio para coordenar equipes externas de seu negócio. A reforma projetada pela arquiteta Claudia Pimenta e a designer de interiores Patricia Franco trouxe atualização ao espaço. A marcenaria planejada inclui bancada de trabalho em L com gavetas discretas e, sob elas, armários suspensos para armazenamento de pastas, documentos e afins. Nos acabamentos, a melamina no padrão madeira deixou o ambiente mais acolhedor; já a laca em vários tons de cinza foi um pedido do morador.

LEIA MAIS: Tipos de acabamentos em drywall e quais os seus cuidados

_____________________________________________________________________

via: https://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Jardim/Decoracao/Moveis/noticia/2020/09/moveis-planejados-23-projetos-com-boas-ideias-e-inspiracoes.html

O que achou? Comente!